História

Segundo o que revelam os registros da história da época, as Irmãs Sacramentinas dispunham de duas casas em Salvador (Penha e São Raimundo), tendo como Superiora Geral Madre Marie Ernest, a qual desejava reunir as referidas casas.

Com isso, providências legais foram tomadas e, espiritualmente, união de orações para encontrar um terreno conveniente. Em 1926, no bairro do Garcia, cidade de Salvador, a Congregação das Religiosas do SS. Sacramento adquiriu um terreno, verdadeira chácara, para a construção do Colégio e Casa Regional.

O Colégio na Casa da Penha, aberto no ano da graça de 1905, foi fechado em janeiro de 1928. A casa pertencia ao Arcebispado e precisou de grandes reparações, o que ocasionou a saída das Irmãs para São Raimundo, esperando a  inauguração do Colégio do Garcia, para onde a maior parte das pensionistas prometeu voltar.

No dia 3 de março do ano da graça de mil novecentos e vinte e oito, às 3 horas da tarde, na presença de numeroso clero regular e secular, de numerosas famílias da sociedade e de diversos representantes das Autoridades, o Colégio SS. Sacramento, novamente edificado na Bahia, foi solenemente abençoado e inaugurado por Mons. Flaviano Osório Pimentel Cura Arquipestre da Catedral, representando Sua Grandeza Mons. Arcebispo da Bahia que se encontrava no Rio.

Entre os anos de 1945 a 1955, novas instalações como salas de aulas, lavanderia mecânica e auditório com capacidade de 480 cadeiras e espaços foi solenemente inaugurado em 1947.